plano-integrado-50

É uma proposta de parcelamento diferenciado que permite ao estudante pagar apenas 50% do valor das suas mensalidades durante todo o 2º semestre (2020/2), de modo que ele possa ganhar mais fôlego financeiro, e assim, viabilizar a continuidade de seus estudos no Integrado na hipótese de possíveis dificuldades financeiras e econômicas decorrentes da pandemia da COVID-19.

Acadêmicos veteranos regularmente matriculados* e adimplentes** de todos os cursos de Graduação (Bacharelado, Licenciatura, Cursos Superiores de Tecnologia e Medicina).

* Estudantes regularmente matriculados são aqueles que estão com suas matrículas ativas em algum curso de Graduação ofertado pelo Integrado, ou seja, não estão com matrículas trancadas (seja o trancamento solicitado pelo acadêmico ou o institucional), nem canceladas e estão cursando disciplinas em seus cursos.

** Estudantes adimplentes são aqueles estão com suas responsabilidades financeiras em dia até o mês de junho 2020 (mensalidades pagas em dia e nenhuma mensalidade em aberto fora do vencimento) no momento da inscrição.

Sim. 

Sim. Estudantes que tenham recebido alguma sanção disciplinar durante sua vida acadêmica e/ou que não estejam adimplentes com o pagamento das mensalidades e taxas de serviços no momento da solicitação do benefício temporário não são elegíveis ao Plano Integrado 50.

Todos cursos de Graduação presencial (Bacharelado, Licenciatura e Cursos Superiores de Tecnologia e Medicina).

Somente a modalidade presencial.

O percentual que poderá ser contratado é de 50% do valor referente ao semestre de 2020/2.

O saldo do semestre poderá ser parcelado no cartão de crédito, por pagamento recorrente (sem comprometer todo o limite do cartão) em até 12x sem juros*.

Para os estudantes que optarem pelo boleto bancário, as opções são: 6x sem juros*, 12x**, 18x** ou 24x**.

* O valor total parcelado será corrigido com taxa de 2,5% sobre o valor total, sem a incidência de juros no parcelamento.

** O valor total parcelado será corrigido com taxa de 2,5% sobre o valor total, com juros no parcelamento de 0,7% ao mês para 12x, 0,8% ao mês para 18x e 0,9% ao mês para 24x.

Parcela mínima de R$ 150,00.

Não. O acadêmico deverá finalizar o pagamento do parcelamento até o penúltimo semestre do curso de graduação, ou seja, o parcelamento será aprovado de acordo com os semestres a cursar do acadêmico. Caso você esteja nos últimos períodos, o Integrado disponibiliza o Parcelamento Integrado* (consulte o regulamento).

* Exceto para o curso de Medicina.

As parcelas iniciarão a partir de janeiro de 2021, se estendendo até o mês de acordo com a opção contratada.

Sim, é possível antecipar o pagamento das parcelas.

Não, a adesão ao Plano Integrado 50 não implicará na matrícula do próximo semestre.

Sim. Poderão solicitar o benefício os estudantes que preencherem os requisitos mínimos, independentemente do programa de bolsas ou financiamento*/crédito estudantil que possuírem. O percentual de 50% será aplicado no valor da sua mensalidade líquida, ou seja, após a dedução de sua bolsa ou benefício.

Estudantes que possuem o Novo FIES ou qualquer outra modalidade de financiamento que pagam mensalmente o valor da sua coparticipação diretamente ao agente financeiro (Caixa Econômica Federal) não são elegíveis ao Plano Integrado 50.

Após a análise das solicitações por uma comissão formada, os pedidos poderão ser indeferidos, deferidos em parte ou deferidos integralmente a fim de autorizar o parcelamento das parcelas do segundo semestre de 2020.

Se levará em consideração a justificativa do impacto causado nas condições financeiras atuais do contratante/estudante (ou do responsável financeiro, quando for o caso), analisando e conferindo os documentos apresentados com aqueles integrantes de seu cadastro. 

A quantidade de solicitantes contemplados será definida pelo Integrado respeitando a sustentabilidade da instituição e objetivando sempre ter condições de prover um ensino de qualidade aos nossos acadêmicos.

Para justificar o benefício e seu percentual, é importante que o solicitante consiga demonstrar o impacto na sua condição financeira (ou do responsável financeiro, quando for o caso) no período atual se comparado com períodos anteriores. Para isso, serão aceitos os seguintes documentos:

 

  • No caso de estudantes/contratantes (ou responsável financeiro) que tenham vínculo empregatício, anexar o holerite de pagamento que comprove substancial redução de salário ou termo de rescisão de contrato de trabalho posterior a 17 de março de 2020, se for o caso; 
  • No caso de contratante autônomo, profissional liberal ou Microempreendedor Individual (MEI), anexar Declaração assinada pelo próprio contratante afirmando ter redução significativa na renda e demais documentos idôneos a comprovação do fato;
  • Nos demais casos não mencionados nos incisos anteriores, quaisquer documentos que demonstrem o significativo impacto financeiro na renda:
  • Outros documentos que sejam idôneos para fins de comprovar o significativo impacto financeiro na renda conforme previsto no artigo 2º da Instrução Normativa (clique aqui).

Caso a Comissão entenda ser necessário, poderá solicitar novos documentos ao interessado visando concluir análise do pedido protocolado.

Após a confirmação de que todos os documentos estão em conformidade e que a solicitação entrou em trâmite, o prazo de retorno da comissão é de 5 dias úteis

Os acadêmicos interessados poderão solicitar a adesão ao Plano Integrado 50 no período de 22/06/2020 a 27/07/2020.

Os estudantes que queiram aderir ao programa devem realizar a sua solicitação por meio do Serviço de Atendimento On-line, no Portal do Aluno IntegradOn. Para isso, basta entrar na seção Financeiro e clicar no link Plano Integrado 50. Lá o solicitante deverá preencher o formulário, escrever a sua justificativa, anexar os documentos que vão ajudar na sua solicitação e pronto, a solicitação será enviada.

1) Solicitação: Fique atento a todas as informações solicitadas na normativa, solicite somente quando cumprir com todas as exigências do processo. Lembre-se de anexar os documentos comprobatórios (imagem legível).

2) Conferência de documentos: recebemos a documentação, em breve entraremos em contato, caso a Comissão entenda ser necessário, poderá solicitar novos documentos ao interessado visando concluir análise do pedido protocolado. Em até 3 dias úteis enviaremos um documento que deverá ser assinado para concluirmos a adesão ao benefício.

 

3) Documento de aceite: preencha todas as informações requeridas no documento que será enviado para você e assine (ou o responsável financeiro, quando for o caso). O prazo para entrega do documento é de até 5 dias úteis.

4) Entrega do documento assinado: digitalize o documento de aceite (assinado) e envie anexado ao mesmo atendimento de abertura para avaliação e posterior lançamento da equipe do Financeiro. 

5) Validação e lançamento: Parcelamento concedido, válido a partir do mês subsequente ou meses selecionados. 

 

 
 
QUERO SOLICITAR